21 de dez de 2010

Sustentabilidade: boas ideias para 2011!

2011 chegando e esse clima senegalês que invadiu o Brasil me fez preparar um post cheio de novidades sobre sustentabilidade. Na verdade, vi uma matéria na revista “Razão Social” um monte de dicas super viáveis  para você praticar no dia-a-dia. Vamos começar? :D

- Carona solidária:
Dividir o táxi na volta pra casa ou dar carona para amigos de trabalho, vizinhos ou aquele amigo que você sabe que trabalha no mesmo bairro que você é super saudável para o bolso, além de ser ótimo para sua vida social. Pesquisando para escrever esse post, acabei caindo num link sobre carpooling, com uso muito frequente em países na Europa, os Estados Unidos, Austrália, entre tantos outros. Carpooling é uma estratégia muito bacana, onde você divide com seus amigos de trabalho os custos envolvidos em viagens de carro pela jornada que vocês fazem diariamente. Além de ser mais ecológica e sustentável, reduz o tráfego nas estradas e pode diminuir o stress do  condutor, já que acontece um rodízio de carro. Existem lugares pelo mundo que mantém até uma faixa exclusiva para os carpooleers!

tipcar

Criaram aqui no Brasil a TipCar, uma rede social para caroneiros. Inscreva-se! Quem sabe não tem um vizinho seu perdido por lá?

- Fósforos X isqueiros:
Você que é fumante, deixe de ser. Ou, ao menos, passe a investir em fósforos! Como a maioria das embalagens são descartáveis – e se perdem com uma facilidade INCRÍVEL!, certa de 1,5 bilhão de isqueiros vão parar em lixões todos os anos. Prefira sempre os fósforos de papelão, já que os de madeira vêm de árvores.

match

- Recicle:
Adoro essa parte! Reciclar é desde você reutilizar um papel que só está gasto de um lado até separar plástico, papel, alumínio, do seu lixo normal. O prédio Conjunto Nacional, que fica no coração da Avenida Paulista, em São Paulo, fez a decoração de Natal deste ano bem diferente: da oniponente fachada aos 40m² do presépio, tudo foi feito de trabalho reaproveitado. Só na decoração da fachada, os números assustam: 21 mil embalagens PET. Contando com a decoração total, 7.000 CDs velhos, 24 mil garrafas PET e 24 mil embalagens plásticas, que foram reutilizados e transformados em adereços natalinos.

2

Procure saber se existe na sua cidade algum projeto que precise das garrafas de refri que sobraram do fim de semana ou festinha dos amigos.

- Decoração:
Bateu aquela vontade de mudar a cara do ambiente? Quer ter móveis ou objetos de decoração novinhos em folha e o orçamento tá baixo? Com o lema “o chique que cabe no bolso”, o evento Morar mais por menos dá dicas de decoração e arquitetura o melhor custoxbenefício, no melhor conceito de sustentabilidade. Para vocês terem noção, nesse link tem algumas dicas deles, confira.

- Roupas:
Engordou e a roupa não cabe mais? Nada de guardar para quando você perder peso! Faça um bazar a preços módicos com as amigas ou um simples troca-troca, numa tarde com chá, cupcakes e muito bate-papo. Ou faça melhor ainda: Procure uma instuição e doe. Muita gente pode estar precisando!

- No trabalho:
Abortem os copos plásticos: prefiram sempre canecas de cerâmica e copos normais. Outra dica: que tal fazer parte do grupo de 44 milhões de pessoas que trabalham pelo menos a parte do dia em casa? Converse com seu chefe! Economiza combustível, asfalto, emite menos gases poluentes, além de ser mais confortável para o empregado, já que diminui a perda de tempo no trânsito.

Na matéria que citei acima, eram 40 dicas. Deixei aqui as mais legais e importantes, além de menos clichês. Todos nós sabemos sobre consumo de água e energia. Lembrem-se que para que qualquer mudança seja eficaz, é necessário um trabalho de formiguinha.

Até logo que volto já! :)

20 de dez de 2010

Diversão: Casas Casadas e Bistrô Rio Carioca

Fui convidada de supetão para um super projeto: O #ProjetoAO (amigo oculto ou amigo secreto). De início fiquei ressabiada: De 30 pessoas, se eu conhecesse 5 era muito!
Bom, aceitei meu desafio e sábado iria conhecer um dos lugares que NUNCA havia reparado. Sabe quando você mora próximo a um lugar, sabe que ele existe, mas nunca viu nada demais nele? Pois apresento-lhes as Casas Casadas.

As Casas Casadas é um conjunto de seis residenciais autônomas, com arquitetura neoclássica, construídas em 1883 pela Família Leal. Em 1996, dois anos após o tombamento do imóvel, a Prefeitura do Munícipio do Rio de Janeiro adquiriu o imóvel com a finalidade de que fosse um grande centro cultural.

O conjunto é alvo de um impasse entre a Secretaria Municipal de Cultura e a Associação de Moradores e Amigos de Laranjeiras (Amal): depois de estar em ruínas, mas, por pressão de moradores do bairro, passou por reformas, com a promessa de se tornar um centro cultural, hoje, abriga a RioFilme, o Espaço Rio Carioca (com café e livraria) e salas de cinema inativas.

E foi aí a minha diversão de sábado! Conheci um lindo lugar, o Bistrô Espaço Rio Carioca. É daqueles lugares com livraria no andar de baixo e um charmoso canto – com varanda, para os fumantes – para reuniões intimistas. Tá certo que “reunião intimista” não combinou muito bem com a farra que fizemos por lá, mas isso é um outro assunto. O Bistrô é chique. Não serve batata frita, pastel de queijo, muito menos queijo de coalho ou moela. Sanduiches muito bem apresentados, chopp gelado na medida certa, pró-secco, vinho e atendentes muito cuidadosos. Peca, um pouco, pela falta de ventilação e iluminação, mas a decoração é muito charmosa com as dicas do chef escritas em um quadro negro verde.

A melhor opção do cardápio, e foi a que eu pedi, era a isca de frango. Imaginei aquelas no melhor estilo gurjão e me deparo com iscas de frango ao shoyo e cebolinha. Surreal de bom!

Saldo da noite? É caro. É um bistrô, né? Porém, conheci um lugar lindo e estive com pessoas muito queridas.

1

1 2

4

Adorei o cantinho e conhecer essa parte tão perto de casa, mas que nunca nem tinha reparado!

Quantos cantos temos por aí que não vemos, né? Vou vasculhar mais pra contar por aqui!

Serviço:
As Casas Casadas e o Bistrô Rio Carioca ficam na Rua Leite Leal, nº 11, esquina com Rua das Laranjeiras, aqui no Rio.

Até logo que volto já! :)

Receita: Popcake, o bolo no palito!

Quando comecei este blog, pensava em escrever sobre todo o meu universo, que é universo de menininha, mas não é só maquiagem, roupa e coisas fofas. Adoro cozinhar, sair e degustar uma boa cerveja. :)

Bom, esse não é um post de cerveja, maquiagem roupa ou saída... Restou a cozinha e coisa fofa, né? Eu adoro cozinhar! Adoro fazer doces ou salgados, porém a primeira opção, sem comer. Sempre, nas festas, vem em grande quantidade e quem já não é muito chegado, enjoa rápido. Foi pensando nisso que achei a ideia do "popcake" fantástica! É um bolo em porção individual, seguindo a linha do fingerfood. Criei coragem e fiz um delicioso, para dar de Natal aos amigos!

Popcake

- Bolo do sabor que você quiser. Eu escolhi de chocolate e para ser mais prática, aquela misturinha da Dona Benta, sabe? :)

Os ingredientes são básicos: O bolo foi feito de acordo com as instruções da embalagem até aí, nada demais. É preciso de doce de leite e creme de leite tb.

Depois do bolo pronto, é chegada a hora de colocar a mão na massa. A receita que tinha pedia:

- Metade do bolo
- 3 colheres de sopa de creme de leite
- 150 gr de doce de leite

Pegue uma panela grande, amasse tudo na mão (ou com garfo) e faça muitas bolinhas, com ou sem palito!

O tamanho das bolinhas seguiam o padrão dessa colher, uma "cookie spoon".

Depois das bolinhas prontas, é hora de colocá-las no congelador. Enquanto as mesmas congelavam, parti pra arrumar o recipiente dos confeitos e derreter o chocolate para cobertura. Porque comidinha assim tem que ser feita com amor, né? E chocolate é MUITO amor!
Não falei que era muito amor? Popcakes devidamente "encapados" e enfeitados! :)

Claro que não vou ser malvada com vocês, meus 3 leitores! Não posso deixá-los assim, na mão... Portanto, o resultado final de perto:

A receita original está aqui, a minha é adaptada. O pessoal que ganhou aprovou! Testa e conta aqui pra mim! :)

Até logo que volto já!

2 de dez de 2010

Dicas: Comidas saudáveis em NY

Escrevi há muito tempo atrás (notem que estou há quase um ano sem escrever, logo... :S) sobre umas dicas bacanas e de baixo custo sobre NY aqui.
Hoje, um ano depois, muita coisa mudou e recebi um link no Twitter (me segue!) sobre dicas de restaurantes - BONS - saudáveis na Big Apple.


"Conheci Thais Roque em Nova York, onde ela mora há um ano e meio e faz pós-graduação na NYU. Super antenada e simpática, ela fez um especial dos cinco melhores restaurantes saudáveis da cidade, especialmente, para o Vida Métrica. Gostou da idéia?! Então prepare o lápis e o caderninho, que vem muita dica boa…


:: Chop’t Salad

“Eleito pela New York Magazine uma das melhores saladas na cidade. O conceito é simples: tudo que é servido vem bem picadinho. Saladas, sanduíches, frango e pratos vegetarianos estão no cardápio. Se você foge a qualquer custo de comidas diferentes e “misteriosas”, o Chop’t fará você se sentir em casa. Tem fila na maioria dos dias, mas uma vez que você consegue ser atendido, seu pedido fica pronto em instantes e já em embalagem para levar para casa. Atenção: não é um lugar para comer e conversar com calma.” Diversas locações.


:: Le Pain Quotidien

Um dos meus restaurantes favoritos em NYC. Durante o verão, o Le Pain Quotidien perto do Bryant Park fica lotado e uma ótima dica é comprar algo por lá e ir ao parque para aproveitar o clima gostoso. Vários tipos de salada, sanduíches, sopas e doces caseiros (na maioria franceses). O cardápio apresenta várias opções para vegetarianos, eles mostram o número de calorias de cada prato,e tudo o mais. Mas se você está começando uma dieta e acha melhor não ver comidas tentadoras na sua frente, não vá lá. Meus pratos favoritos: Quiche Végétarienne, o suco de limão com hortelã e, para momentos mais calóricos, o croissant de chocolate.” Diversas locações.


:: Pure Food and Wine

“Descobri esse restaurante, pois fui à um casamento lá. O lugar é charmoso, tem uma área externa aconchegante, romântica e te faz esquecer da correria da cidade. Os atendentes, além de lindos, são as pessoas com as caras mais saudáveis que já vi em todos os anos morando aqui. Especializado em comida vegetariana, serve apenas frutas e vegetais de origem orgânica, comida crua e, além disso, nenhum dos ítens contêm lactose ou ovos. A cozinha não possui fogão, portanto não adianta pedir para darem uma “esquentadinha” no seu prato, caso você não seja fã de pratos crus(sim,eu tentei!). Meus pratos favoritos: salada de rúcula, croquete de vegetais coberto com amêndoas e castanhas, lasanha (o gosto é tão bom que em momento algum lembrei que esse era um prato cru!) e o chocolate ganac he.”

# 54 Irving Place #Telefone: (212) 477-1010.


:: Quintessence

“Confesso que, antes de ir ao Quintessence, dica de uma amiga vegetariana, estava bem apreensiva. Não sou nada vegetariana e os pratos crus não estão na minha lista de favoritos, mas para o bem do Vida Métrica, lá fui eu com a Beta Whately, minha companheira dessas aventuras em Nova York. Mas assim que chegamos ao local, já caímos de amores pelo restaurante.Lugar pequeno, charmoso e amigável. Atendentes dispostos a ajudar, sugerem opções para os menos fãs de comida crua, como eu. De 15 mesas, apenas 3 estavam ocupadas, o que deu um ar ainda mais intimista ao restaurante. O cardápio apresenta as calorias das comidas, quais pratos são vegetarianos ou não, e nenhuma das sobremesas possui açúcar. Na hora, pensei que esse fato as deixaria menos saborosas, mas não fez diferença alguma. Sugestões deliciosas: sopa de pepino e coconut crème Pie.

# Frnt 1, 263 East 10th Street # Telefone: (646) 654-1823


:: Whoole Foods

Um dos supermercados mais famosos dos EUA. Se você quer fazer uma dieta saudável ou encontrar algum produto que seja “amigo do meio ambiente”, lá, com certeza, é o seu lugar. Para almoço, o self-service é uma ótima opção. Tudo delicioso, fresquinho e popular, já que os preços praticados por lá são bem acessíveis. As comidas,por serem naturais, são mais caras do que a dos restaurantes a quilo tradicionais, mas, ainda assim, vale a pena.

Diversas locações."


As dicas acima foram retiradas do blog Vida Métrica. O link original está aqui.

1 de dez de 2010

Compras: Duda Molinos

Eu estou há tempos buscando as makes do Duda Molinos desde quando soube que elas existiriam (via algum blog). Fiquei apaixonada pelas cores e confio piamente no profissional que o Duda é.

Depois de um exame e almoço no Outback junto com o digníssimo (minha primeira ribs s2 ), acabei me deparando com uma lojinha na Tijuca muito bacana - esqueci o nome. Fica na frente do Shopping Tijuca, próxima à Imaginarium. Para minha felicidade (e tristeza do meu cartão de crédito) tinha uns produtinhos LINDOS (produtos de cabelo do Kamura, Bed Head) e... Duda Molinos! Meu primeiro batom Duda Molinos é muito amor!


A cor 208 é um rosa antigo misturado com nude e bem opaco, combinou perfeitamente na minha pele e boca. A embalagem é super clássica e arrojada, além de ter uma trava maravilhosa para quem, assim como eu, adora carregar seus makes na bolsa. Essa trava evita que o batom "desencape" e perca seu produto. Um show, né?

Infelizmente a foto não faz jus à beleza da cor. Assim que eu chegar em casa, coloco foto! :)

Até logo que volto já!

Voltei!

Depois de quase um ano longe daqui, voltei. Será que ainda tem alguém por aqui, nesse blog jogado às traças? :)

Muitas coisas mudaram! Novidades virão e o perfil desse blog será ampliado. Não falarei apenas do mundo feminino ou sobre eventos que por ventura caiam no meu e-mail.

Ainda terei novidades para contar durante a semana. Obrigada por estarem aqui! :)

Até logo que volto já!