30 de set de 2011

Eu não sou blogueira - parte 2

Cheguei aqui de novo! Vim aqui dar notícias, dar as caras, sei lá, interpretem como quiser, caros 13 leitores. Eu gosto desse cantinho. É meu e vira e mexe eu posso escrever algo que me chame a atenção. Hoje, por exemplo, vou contar uma novidade.

Há um tempo atrás eu escrevi que eu não sou blogueira. Acho que quis deixar registrado que qualquer relapso com esse canto era explicitamente justificável. E foi, por um tempo. Na verdade, sempre será. Não tenho a pretensão de ter um diário online, muito menos ficar contanto casos da minha vida, porém... o destino me pregou uma peça.

Me apaixonei por um projeto! Conheci o projeto ano passado e fiquei encantada. O planejamento era sobre tudo que eu queria fazer na vida: Falar sobre história, passeio, viagens, pessoas... Mas não tinha coragem. É que na verdade começar um blog é difícil. Demanda tempo, planejamento, custos... E torná-lo profissional demanda tempo (na verdade eu nem sei se gostaria de tornar um blog assim profissional...). Tudo que eu não tinha na minha vida de escritório.


Dia passa, dia chega e o projeto caiu novamente no meu colo. Rio com ela. Estou nessa desde agosto e apenas um dia sem postar. Sabe o que isso significa? Sim, virei blogueira. Me apaixonei. É um projeto delicioso de fazer e cada post tem sido uma conquista: Desde o dia 16/08, um post novo!

Se vocês puderem seguir no Twitter, Facebook e no Feed, vão conhecer pedacinhos da história do Rio e do jeitinho carioca de ser. ;)

26 de abr de 2011

Look: Mariana Rios

Não queria falar muito de moda no meu pseudo-blog, mas esse post foi irresistível. No último post falei sobre o show "Com Você, Pela Vida" e o look da Mariana Rios me chamou atenção. Era de gala, mas diferente, sem aquelas pieguices. Foi jovem e atual, a cara dela! Acho que essa tag vai entrar pois estou morrendo de dúvidas sobre maquiagem, sapato, penteado... e serei madrinha de casamento em julho. :T


A maquiagem é a que traduz bem o estilo da Mariana. Ela SEMPRE faz esses olhos esfumados e fica lindo no tom de pele dela e olhos. Nas mãos um esmalte básico, de acordo com a Dafne, um Paris ou Renda. Nos pés, um peep toe preto. E o coque desestruturado? Amor à primeira vista!

25 de abr de 2011

Fundação do Câncer: Com você, pela vida!


Sou convidada, desde o ano passado por conta da Veia Social, para um evento bem bacana, um show beneficente, organizado pelo diretor da Globo, Fred Mayrink, em prol para a Fundação do Câncer. No ano passado, a temática era o Mr. Blue Eyes, o grande Frank Sinatra! Mas este ano teve um gosto especial: A Fundação comemora 20 anos de trabalho, gerindo projetos nas áreas de pesquisa de controle e prevenção do câncer no Brasil! 

O tema da noite era o mestre Tom Jobim, que é a cara do Rio de Janeiro.

Quem deu o tom emocionante da noite foi o dr. Marcos Moraes, falando sobre o início da Fundação do Câncer e da luta diária com os projetos propostos, além de reafirmar os esforços da Fundação:  "Podemos dizer que temos 20 anos de boas notícias mas ainda precisamos avançar. Precisamos que a população adote hábitos saudáveis. Vamos dizer não ao tabagismo e sim à alimentação saudável e a prática de atividades físicas. E precisamos também de trabalho voluntário e de doações, porque investir em pesquisas e tratamento custa muito caro”


O evento estava lotado! Toda a renda foi doada para a instituição e dará forças para os projetos  vigentes. Mas voltando para o show... As músicas de Tom foram belíssimamente interpretadas por um time de primeira: de Milton Nascimento a Alessandra Maestrini, com toques de jazz oferecidos pela Rio Jazz Orchestra. Teve até participação da grande cantora de jazz, Nneena Freelon, que causou arrepios na platéia ao interpretar "Triste" e "Corcovado".


Vamos às fotos? :)


Fred Mayrink, o idealizador do show




O show "Com Você, Pela Vida" é realizado anualmente pela Fundação do Câncer, Fred Mayrink e Vivo Rio. Conheça mais sobre a história do evento no link.

24 de abr de 2011

Eu não sou blogueira.

Eu não sou blogueira! Tentei ser por aqui, mas não sou. É até engraçado escrever e tornar pública essas palavras que sempre martelaram na minha cabeça, mas eu não sou blogueira.

Vim de uma época que blog era um diário, daqueles de cadeado, só que virtual. Na minha cabeça isso não evoluiu junto com as possibilidades - inclusive monetárias - dos blogs atuais. Então, eu não sou blogueira. Não consigo escrever sempre aqui. E seria estranho colocar, no meio de tantos assuntos, um post reclamando da vida, trabalho ou até aquela briguinha que todos namorados tem. De novo: eu não sou blogueira! Mas juro que gostaria de ser. Queria ser uma blogueira como tantas outras que admiro. Tem a Elfinha, que é basicamente minha amiga de infância; a Fashionismo, que dividia com ela a paixão avassaladora - sou foda! - pelos Backstreet Boys; e até a Fernanda aka So Shopaholic, que não conheço, mas parece que faz parte de mim com aqueles posts e fotos feitos aqui pertinho de casa e aquele sorriso que invade nosso monitor.

Minha decisão foi tomada pelo ócio, vai ver. Na verdade este ano, diferente do último, está sendo de retomada de decisões que deixei pra lá há tanto tempo, taaaanto tempo... Não vou mencionar neste post todos os mínimos detalhes, mas na próxima semana trarei novidades. Sim, meus caros 2 leitores: NOVIDADES. Tipo tomar vergonha na cara e reabrir a matrícula da auto-escola, cortar cabelo e fazer hidratação, algumas coisas ridículas e bobinhas. Peço permissão, também, de criar uma tag estilo diário. Sinto muito, mas SINTO FALTA DISSO, ok? Prometo que não serei chata, não farei mimimi ou serei piegas, além de não contar os problemas, afinal isso todo mundo tem.

Vou tentar manter o mesmo esquema de posts passados, com lugares onde fui, uma receitinha de vez em quando, compras, enfim! Mas não esperem muito de mim, 3 leitores. Não sou blogueira.

Enquanto isso, deem uma passadinha ao projeto Veia Social e tornem-se doadores de sangue!

21 de dez de 2010

Sustentabilidade: boas ideias para 2011!

2011 chegando e esse clima senegalês que invadiu o Brasil me fez preparar um post cheio de novidades sobre sustentabilidade. Na verdade, vi uma matéria na revista “Razão Social” um monte de dicas super viáveis  para você praticar no dia-a-dia. Vamos começar? :D

- Carona solidária:
Dividir o táxi na volta pra casa ou dar carona para amigos de trabalho, vizinhos ou aquele amigo que você sabe que trabalha no mesmo bairro que você é super saudável para o bolso, além de ser ótimo para sua vida social. Pesquisando para escrever esse post, acabei caindo num link sobre carpooling, com uso muito frequente em países na Europa, os Estados Unidos, Austrália, entre tantos outros. Carpooling é uma estratégia muito bacana, onde você divide com seus amigos de trabalho os custos envolvidos em viagens de carro pela jornada que vocês fazem diariamente. Além de ser mais ecológica e sustentável, reduz o tráfego nas estradas e pode diminuir o stress do  condutor, já que acontece um rodízio de carro. Existem lugares pelo mundo que mantém até uma faixa exclusiva para os carpooleers!

tipcar

Criaram aqui no Brasil a TipCar, uma rede social para caroneiros. Inscreva-se! Quem sabe não tem um vizinho seu perdido por lá?

- Fósforos X isqueiros:
Você que é fumante, deixe de ser. Ou, ao menos, passe a investir em fósforos! Como a maioria das embalagens são descartáveis – e se perdem com uma facilidade INCRÍVEL!, certa de 1,5 bilhão de isqueiros vão parar em lixões todos os anos. Prefira sempre os fósforos de papelão, já que os de madeira vêm de árvores.

match

- Recicle:
Adoro essa parte! Reciclar é desde você reutilizar um papel que só está gasto de um lado até separar plástico, papel, alumínio, do seu lixo normal. O prédio Conjunto Nacional, que fica no coração da Avenida Paulista, em São Paulo, fez a decoração de Natal deste ano bem diferente: da oniponente fachada aos 40m² do presépio, tudo foi feito de trabalho reaproveitado. Só na decoração da fachada, os números assustam: 21 mil embalagens PET. Contando com a decoração total, 7.000 CDs velhos, 24 mil garrafas PET e 24 mil embalagens plásticas, que foram reutilizados e transformados em adereços natalinos.

2

Procure saber se existe na sua cidade algum projeto que precise das garrafas de refri que sobraram do fim de semana ou festinha dos amigos.

- Decoração:
Bateu aquela vontade de mudar a cara do ambiente? Quer ter móveis ou objetos de decoração novinhos em folha e o orçamento tá baixo? Com o lema “o chique que cabe no bolso”, o evento Morar mais por menos dá dicas de decoração e arquitetura o melhor custoxbenefício, no melhor conceito de sustentabilidade. Para vocês terem noção, nesse link tem algumas dicas deles, confira.

- Roupas:
Engordou e a roupa não cabe mais? Nada de guardar para quando você perder peso! Faça um bazar a preços módicos com as amigas ou um simples troca-troca, numa tarde com chá, cupcakes e muito bate-papo. Ou faça melhor ainda: Procure uma instuição e doe. Muita gente pode estar precisando!

- No trabalho:
Abortem os copos plásticos: prefiram sempre canecas de cerâmica e copos normais. Outra dica: que tal fazer parte do grupo de 44 milhões de pessoas que trabalham pelo menos a parte do dia em casa? Converse com seu chefe! Economiza combustível, asfalto, emite menos gases poluentes, além de ser mais confortável para o empregado, já que diminui a perda de tempo no trânsito.

Na matéria que citei acima, eram 40 dicas. Deixei aqui as mais legais e importantes, além de menos clichês. Todos nós sabemos sobre consumo de água e energia. Lembrem-se que para que qualquer mudança seja eficaz, é necessário um trabalho de formiguinha.

Até logo que volto já! :)