20 de ago de 2009

Dica de viagem: Curitiba!

Estou enamorada! E de presente ganhei um fim de semana maravilhoso em Curitiba.

Não sei nada – além do óbvio – sobre o Sul e, novamente, me vi em sites de busca pra saber sobre pontos turísticos, baladas, bares, hospedagem, ou seja, o custo médio que essa viagem pode trazer.

Curitiba

Logo na saída do aeroporto, você vê uma linha de microônibus (assim como no Rio) que faz o trajeto direto Aeroporto – Rodoviária. O mais bacana é que tem um site onde aparecem TODOS os horários do mesmo, em dias úteis ou não e tempo estimado do trajeto, além de outros pontos de embarque, o que faz você se programar melhor. Meu ponto será o final, a 400 metros(4 minutinhos) do local onde me hospedarei.

- Hospedagem: Não sou fresquinha, não sou fã de hotéis. Não sei… acho impessoal. A melhor solução pra isso (e pro bolso também) é se hospedar em Hostel. A história do Hostel vem de longo tempo, dos caroneiros, mochileiros, e é a melhor $$ opção de viagem. Existem alguns que têm até quarto separado, sem ser mixto, o que de fato é melhor… detesto dormir com gente me olhando. No Orkut achei uma comunidade bacana, com mochileiros falando dicas boas sobre hostels e foi lá que descolei esse! Pelo módico preço de 53 reais dinheiros, pago uma diária num quarto de casal espaçoso, com banheiro próprio, café da manhã, conforto e tenho as melhores dicas sobre a cidade com o pessoal que trabalha por lá.

- Turismo: Uma coisa que eu achei muito legal é a linha de turismo de Curitiba. Por $16 vc faz um city tour com aqueles ônibus duplex, estilo sightseeing, sabe? Todo verdinho, lindo. Com esses $16 você tem direito a 4 desembarques, o que pra mim é bem vantajoso, já que nem todos pontos turísticos me agradaram. Estou ansiosa pra passear no Jardim Botânico, Museu Niemeyer, Opera de Arame e a Rua 24hs.

- Noitada: Por sorte uma amiga minha foi a Curitiba e me deu uma dica deveras valiosa: Bar do Alemão! Esse bar levou 5 selos do melhor chope da cidade, então já imagina, né? Adoro as iguarias alemãs e pretendo ir pra lá na própria sexta, quando chego.

É nele que tem o famoso “submarino”, caneco de chope com um canequinho de steinhaeger mergulhado na bebida. Como os clientes costumavam levar "discretamente" o copinho para casa, os donos mandaram fazer as miniaturas - e oficializaram o suvenir. No fundo tem até a bem humorada inscrição: "Este caneco foi roubado honestamente".

- O dia do adeus: Todo domingo é triste. Ainda mais quando você vai para um lado e seu amado pra outro. Como quase toda cidade, em Curitiba também tem uma feirinha dominical! Adorei a idéia pra comprar souvenirs e articular com locais hihi. A Feirinha do Largo, além de ser ótima para comprinhas, tem muitos barzinhos e restaurantes típicos da cidade. Com anos de tradição a Feirinha do Largo é até instituicionalizada e mantém um site com expositores, história e curiosidades.

Espero curtir muito minha estadia!!! Se você já passeou, deixa um comentário. Queria fazer passeios mais alternativos, mas não achei… :(

Até a próxima!

1 comentários:

Dafne disse...

Ai Laila... que delícia!
Vc ta indo pra lá amanhã?! Aproveite bastante e depois conta como foi, poste fotos e tudo o mais.
Quero dicas para uma futura viagem, hein?! =D

Aproveiteeeeee

Postar um comentário